quarta-feira, 16 de março de 2016

Escolhendo o level

     Ao escrever o texto de ontem, tive a ideia de falar um pouco sobre as várias formas, ou melhor, razões da escolha de level nos jogos.
     A primeira é a familiaridade com o gênero de jogo. Recentemente é comum em jogos, principalmente de tiro, aparecer os seguintes comentários na escolha de level: fácil, o nível indicado para quem nunca jogou este tipo de jogo, médio, para quem já jogou este tipo de jogo, difícil, para quem tem experiência neste tipo de jogo.
     Outra forma, mencionada no texto sobre Ni No Kuni, é o foco do jogador. Se o jogador pretende focar mais a atenção à história, assim como trilha sonora, detalhes e similares é indicado níveis mais fáceis, já se o jogador quer focar no desafio, os níveis mais difíceis são mais indicados.
     O grau de desafio definitivamente é um fator de escolha. Algumas pessoas gostam de ser desafiadas e competir consigo mesmas para se superar. Em contrapartida existem as pessoas que jogam somente para relaxar e não ligam para melhorar seu nível, obter itens escondidos e semelhantes.
     Alguns jogadores gostam de jogar uma primeira vez no fácil e aumentando o nível nas próximas jogatinas visando aumentar a vida útil do jogo, já outras gostam de começar no mais difícil para zerar de uma vez. Algo semelhante ocorre quando o jogador visa platinar o jogo rapidamente utilizando para isso esta técnica.
     A competitividade é outro fator, sendo que pessoas que zeram o jogo no nível mais difícil em menos tempo são considerados melhores que os outros, segundo essa corrente.
     Seja como for existem várias razões para selecionar o level do jogo. O mais importante é encontrar aquele que lhe agrade mais e respeitar a escolha dos outros. Assim você será, além de um gamer melhor, uma pessoa melhor. Sem contar uma pessoa mais feliz por se respeitar.
     Saudações gamers

Nenhum comentário:

Postar um comentário