sábado, 28 de maio de 2016

Protestando errado

     Em ano de eleições municipais com certeza teremos aquela situação corriqueira nos últimos anos. Aparecerão uns candidatos, no mínimo questionáveis, e não estou nem falando da parte ética e sim dos brilhantes argumentos para receberem o voto, o que virará piada na internet e na conversa cotidiana. Porém isso não é o pior e sim que muitos deles receberão uma boa quantia de votos, sendo alguns eleitos. Como isso? Alguns votam por achar a pessoa bonita, engraçada, relacionado com o time do coração e situações semelhantes. 
     A minha favorita, sendo bem sarcástico, é a argumentação de voto de protesto. As pessoas que o fazem dizem que votam em um candidato ridículo de propósito para deixar claro que a política brasileira é uma piada. Péssima ideia. O que ocorre é o incentivo ao aparecimento de novos candidatos deste tipo, gerando um ciclo vicioso, sem contar a vergonha de ser representado por uma pessoa assim. Que protesto é esse que você se humilha, levando consigo seus amigos e familiares?          Quando questionados, os eleitores dizem que o voto não custa nada. Errado. Sem considerar os fatores históricos, muito importante no caso, tem o fator financeiro. Conta bem simplificada. Pegue o salário do vereador, multiplique por 12 meses e depois por 4 anos. Isso é o que você deu, pois quem paga é você e seus entes queridos, para uma pessoa despreparada. Resumindo você perde dinheiro, tempo, dignidade, desrespeita e humilha seus amigos, etc a troco de nada. 
     Mas como a empresa não é de política, apesar de ser um assunto muito importante, e sim sobre games por que falar sobre voto de protesto? Além do dever cívico, para mostrar um exemplo de protesto ruim algo semelhante a comprar jogos piratas e dizer que estão punindo o governo. Não vou discutir a pirataria em si, mas sim o raciocínio destas pessoas. 
     Alguns acreditam que, ao comprar produtos piratas, principalmente jogos, estão dando um recado para o governo de que o preço está caro e que se recusam a pagar tantos impostos. A carga tributária do Brasil é absurdamente grande, isso sem contar que o retorno para população é pífio o que nos obriga a protestar contra isso, mas de uma forma certa. Digo isto, pois, os maiores prejudicados são as empresas e seus funcionários e depois nós mesmos. Já o governo, suposto alvo, achará outra forma de taxar a população, mesmo se ninguém comprar mais nada, saindo ileso.  
     O raciocínio das empresas é assim: por que investir em um país como o Brasil em que uma boa fatia de lucros é perdida para produtos pirateados se posso ganhar mais em outro país em que a fiscalização é maior? Sem contar que no Brasil os impostos são mais altos que em países vizinhos, assim fica mais caro produzir aqui, mas sem receber o retorno merecido. Portanto é melhor a empresa se mudar. Assim muitos empregos são perdidos, outros nem chegam a existir, a cultura gamer sofre um forte golpe, sem contar as empresas de dublagem e os demais investimentos que receberíamos não só de uma empresa, mas de todo setor. Novamente o dito protesto não gera nada de bom e só causa prejuízo a você mesmo e a seus amigos. Hora de rever seus conceitos e protestar de forma sábia. 
     Saudações gamers e boa reflexão  
___________________________________________________________________

Ajude-nos a melhore a comunidade gamer do Brasil. Faça seus comentários, divulgue nosso trabalho e siga-nos nas redes sociais. Agradecemos o apoio e a confiança
  • Clique aqui para nos seguir no Twitter
  • Clique aqui para nos seguir no Facebook
  • Clique aqui para nos seguir no Google +

Nenhum comentário:

Postar um comentário