quarta-feira, 1 de junho de 2016

A sequência de sagas

     Se você é fã de uma saga, seja de um game, filme, série, livro, etc é provável que, quando surge uma nova sequência, você fique com uma mistura de euforia e temor. Feliz pela continuidade de algo que você gosta, mas apreensivo com a possibilidade de estragarem tudo, seja com uma história ruim, morte de um personagem que você gostava, um final decepcionante e semelhantes.
     Somado a isto temos um espirito capitalista, infelizmente, deturpado, aquele que visa o lucro a qualquer custo, que às vezes ocorre na nossa sociedade, o chamado capitalismo selvagem. Não, isso não é um texto politico-econômico. A crítica, no caso, é a um extremo de um sistema, um radicalismo e não ao sistema em si. Munidos por essa ganância, não confundir com ambição, as empresas responsáveis pelas sagas começam a lançar novos títulos a fim de lucrar mais, deixando a qualidade de lado muitas vezes, em outras palavras fazem de qualquer jeito, o que pode até, destruir a saga.
     Com estes dois fatores em mente, fico relativamente tenso quando vejo o trailer ou anúncio de uma sequencia para um jogo, valendo para os demais exemplos. Foi assim com o God of War: Ascension, que se mostrou o mais bugado da jornada de Kratos, assim como os novos Assassin´s Creed, muito criticados por este mesmo motivo. 
     Com a nova geração de consoles, existe a tendência de antigos sucessos retornarem com novas sequências, um direito das produtoras, mas também um risco. Se for bem feito, com uma boa história e que seja digna dos antecessores, ótimo, apesar do peso de ter que superar os anteriores, não só tecnicamente. É uma linha tênue entre fracasso e sucesso, sendo assim uma grande responsabilidade.      Admito que estou com pé atrás quanto ao novo God of War e, fora do mundo dos games, com os novos livros de Harry Potter e os filmes do Star Wars, apesar de ter ficado um pouco mais tranquilo ao ver o episódio VII. Cabe aos fãs torcerem para que o trabalho seja bem feito e que as sagas não sejam destruídas. Caso isso ocorra as empresas serão cobradas pela sociedade, seja no ZGA na categoria pior sequência, nas redes sociais e semelhantes. Portanto, fica a dica para as empresas: façam seu trabalho direito, deem o melhor de si, se superem a cada dia e, mais importante, honrem o seu legado e suas sagas. Estamos de olho.
     Saudações gamers   
___________________________________________________________________

Ajude-nos a melhore a comunidade gamer do Brasil. Faça seus comentários, divulgue nosso trabalho e siga-nos nas redes sociais. Agradecemos o apoio e a confiança
  • Clique aqui para nos seguir no Twitter
  • Clique aqui para nos seguir no Facebook
  • Clique aqui para nos seguir no Google +

Nenhum comentário:

Postar um comentário