sábado, 11 de junho de 2016

O mal do imediatismo e as críticas injustas

     Por sugestão do Youtube assisti ao vídeo do Sidão do Game falando sobre as análises de jogos e  o porquê do Zangado ser o único, segundo o vídeo, que tem feito este tipo de material. Achei muito legal o vídeo, me chamando atenção o começo em que o youtuber brinca para não dar dislike antes de ver o vídeo, complementando, e repetindo várias vezes, que ele é fã do Zangado. Sentei para escrever um texto sobre isso e vejo outra sugestão de vídeo feita pelo youtube, mais uma vez do Sidão do Game com o título de "Treta com o Zangado?", onde ele explica que foi atacado por muita gente achando que ele estava criticando o famoso youtuber. Tomei um susto. O cara fala umas cinco vezes, no mínimo que é fã e inscrito do, nas palavras dele, "tio", deixa claro que o foco é na análise e sofre uma leva de ataques? Sem comentários. Realmente é o que escrevemos em outros textos, incluindo aquele sobre matar ideias e sobre fanboys.
     Acho que só assisti três vídeos do Sidão do Game, ou seja, não conheço o trabalho dele, muito menos sua personalidade, ideais e objetivos, mas assisti ao suposto vídeo polêmico e digo que as críticas são injustas, já que, como dito anteriormente, ele deixa bem claro sua intenção com aquele vídeo e de ser fã do Zangado.
     A grande ironia é que o Zangado, do qual, vocês sabem, sou fã, sempre criticou os fanboys, sempre criticou os supostos guerreiros virtuais, aqueles que se acham Leônidas, nas palavras do youtuber, que criticam e atacam atrás de seus PCs e sempre disse que "existem vários motivos para brigar, mas videogame não é uma delas". Que tipo de fãs são esses que defendem uma pessoa, mas não suas ideias mais elementares?
     O imediatismo é um grande problema atualmente. Como consequência de uma vida mais agitada, queremos resolver tudo rápido e, na maioria, fazemos isso de modo mal feito. Devemos seguir a mentalidade japonesa, mundialmente conhecida e divulgada junto com o modelo Toyota de gestão, um tema básico da Administração. Faça bem feito da primeira vez. Vamos analisar antes de sair criticando o trabalho dos outros. Sei que, em um país como o Brasil, em que políticos corruptos nos governam desde sempre e que muitos cidadãos utilizam o famoso jeitinho para conseguir as coisas, temos a tendência de primeiro atacar e depois analisar. Isto é um erro.
     Não sei se o Zangado está sabendo desta dita polêmica, mas se souber, provavelmente deve ter ficado chateado com tudo isto, já que sempre defendeu ideias contrárias ao ocorrido. Não é porque fazemos uma crítica, e olha que nem foi o caso, sendo este o motivo de nossa indignação, que desqualificamos todo o trabalho de alguém. Sou fã do Spielberg e de Machado de Assis, por exemplo, mas isso não significa que direi que todos os trabalhos deles são bons ou que apoio todas as atitudes tomadas por eles. Isso não faz de mim um menor fã. Quer dizer que tenho uma opinião e que não gostei de determinado filme ou texto. Só isso. 
     Estava com a ideia de escrever em relação as análises, mas este episódio me chamou a atenção e me revoltou que achei melhor adiar para amanhã tal texto. Quem sabe um dia nosso povo aprenda a diferença abissal entre fã e fanboy, que ser fã não quer dizer submissão ou apoio total, isto valendo para games, política, futebol, etc e, ainda mais importante, a escutar a opinião dos outro e não sair julgando por algo que não entendeu.
     Saudações gamers
___________________________________________________________________

Ajude-nos a melhore a comunidade gamer do Brasil. Faça seus comentários, divulgue nosso trabalho e siga-nos nas redes sociais. Agradecemos o apoio e a confiança
  • Clique aqui para nos seguir no Twitter
  • Clique aqui para nos seguir no Facebook
  • Clique aqui para nos seguir no Google +

Nenhum comentário:

Postar um comentário