domingo, 10 de julho de 2016

Cópia descarada? Não é bem assim

     Alguns jogos, ao serem lançados, são considerados cópias descaradas de jogos consagrados, mas não é bem assim. Claro que existe a questão do plágio, cópia e semelhantes, não só nos games, porém em todas as áreas. Para mim o melhor exemplo era o parque de diversões na China com um Castelo de princesa, um mascote que parece um rato, mas que ,segundo eles, não é, com um amigo marreco, e não pato, vestido de marinheiro. Tirando os muito inocentes ou aqueles com muita, muita mesmo, boa vontade, é óbvio que o parque plagiou a Disney, esta que o processou. 
     Já nos games ocorre uma ligeira confusão entre a cópia descarada e seguimento de tendências. Uma coisa é seguir a receita de jogos consagrados, mecânica, jogabilidade, características, etc, outra é copiar o jogo. Por exemplo, Dante´s Inferno foi considerado uma cópia de God of War, pelo estilo de jogo, controles entre outros semelhantes, mas isso não quer dizer que o jogo não tenha uma identidade própria com elementos únicos. 
     Quando um jogo faz sucesso é lógico que terá elementos copiados, já que este criou novas tendências. Se alguém já fez algo que deu certo você não aprende com ele? Claro que sim a não ser que você seja teimoso e queira dar com a cara na parede muitas vezes. Algo muito caro. Por outro lado não se pode perder a individualidade. Poderíamos fazer um paralelo com as artes. Se um pintor cria uma técnica nova e de sucesso, outros começarão a utiliza-las, criando os movimentos de arte, mas pintando os seus próprios quadros, ou seja seguindo a tendência, mas criando algo novo. O afresco não foi criado por Michelangelo, mas ninguém questiona o fato dele ter usado esta técnica para pintar o teto da Capela Sistina e seu enorme sucesso. A técnica usada é a mesma, mas o conteúdo é único. O mesmo vale para livros, filmes e agora os jogos.
     Criar um jogo de plataforma seguindo a receita de Mário não só é normal como natural, mas criar um jogo de plataforma com o protagonista sendo um encanador italiano de roupa vermelha, buscando salvar uma princesa das garras de um monstro com a ajuda de seu irmão de roupa verde só com nomes como Paolo e Giuseppe é cópia descarada.
     Resumindo devemos ter cuidado ao definir um jogo como cópia. Precisamos analisar o poder revolucionário do jogo supostamente copiado, sem falar a criação de tendências, estilos e técnicas e o que o jogo dito cópia inseriu de novidade e se este apresenta individualidade. Grandes obras podem surgir de estilos criados e usados por outros. Todas as artes apresentam isso e com o videogame não será diferente.
     Saudações Gamers
___________________________________________________________________

Ajude-nos a melhore a comunidade gamer do Brasil. Faça seus comentários, divulgue nosso trabalho e siga-nos nas redes sociais. Agradecemos o apoio e a confiança
  • Clique aqui para nos seguir no Twitter
  • Clique aqui para nos seguir no Facebook
  • Clique aqui para nos seguir no Google +

Nenhum comentário:

Postar um comentário