sábado, 6 de agosto de 2016

Esquadrão Suicida

     Fui assistir ao filme Esquadrão Suicida, novo filme baseado nos quadrinhos. Gostei muito, este que é o melhor filme da DC Comics atual, na minha opinião e, claro sem considerar a trilogia do Batman do Christopher Nolan. Esta é a hors concours. 
     Primeiro. Se você não assistiu ao filme do Batman Vs Superman, não veja o filme do Esquadrão, pois este contem spoilers. O confronto entre os heróis da DC, foi, na minha opinião, abaixo das minhas expectativas e olha que estas eram bem baixas. Admito que fui assisti-lo pela possibilidade de influenciar o filme do Esquadrão Suicida. Foi uma boa decisão, não pelo primeiro, mas sim o segundo filme. A ironia é que, em um mundo de heróis, o filme sobre vilões foi o melhor até agora, dentre os da DC comics, como já explicado.
     Uma de minhas preocupações era em relação ao Coringa e o medo de que ele estragasse o filme. Isso não ocorreu. Uma nova visão do vilão surgiu nas telonas, mais próxima da de Jack Nicholson e seu príncipe palhaço do crime do que o agente do caos de Heath Ledger, mas mesmo assim com característica únicas. O personagem vivido por Jared Leto está mais para um chefão da Máfia insano e imprevisível. Acho bom esta nova visão, apesar de não ser a minha preferida, para evitar, ou pelo menos diminuir as comparações com os outros dois trabalhos que foram marcantes.
     Gostei da forma que os vilões foram apresentados, com sua origem dando destaque para todos. Claro que o Pistoleiro vivido por Will Smith e a Arlequina de Margot Robbie se destacam. Para ser sincero gostei mais da participação deles no filme, do que na série de jogos do Batman: Arkham, apesar que também são ótimos. Eles foram mais trabalhados e são mais complexos que nos jogos, tendo suas motivações reveladas. Sem sombra de dúvidas são as estrelas do filme. 
     Algo que gostei muito foi a parte filosófica. O que é um vilão? Qual a diferença com um herói? O conflito de personalidades entre o Esquadrão e Amanda Waller e Rick Flagg, a questão de lealdade, de usar os outros como armas geram estes questionamentos. A quem diga que um filme com um homem crocodilo é inverosímel e não condiz com a verdade, Superficialmente pode ser, mas nas entrelinhas não, porém isso é assunto para outro texto.
     Algo curioso foi a trilha sonora, tão variada quanto os membros da Força Tarefa X. Temos de Queen, passando por Eminem até clássicas. Sem contar efeitos psicodélicos na abertura e encerramento.
     Para quem assistir e gostar também recomendo a animação Batman: Ataque ao Arkham, com uma excelente dublagem brasileira, com nomes como Márcio Seixas, Márcio Simões, Marco Ribeiro, Christiane Monteiro, etc. Outra opção são os gibis do Esquadrão. Os jogos da série Batman: Arkam também são uma boa pedida, apesar dos vilões não estarem unidos e personagens como Capitão Bumerangue, não aparecerem.
     Esquadrão Suicida é um ótimo filme, segundo minha opinião, e que fará parte da minha coleção de DVDs. A atuação sensacional de Margot Robbie como Arlequina, personagem engraçada e carismática é um grande destaque, mas não o único. O Pistoleiro de Will Smith, a história, a trilha sonora e a filosofia por trás também o são. Tudo isso em um filme divertido e com muita ação.
     Saudações Gamers e bom filme
___________________________________________________________________

Ajude-nos a melhore a comunidade gamer do Brasil. Faça seus comentários, divulgue nosso trabalho e siga-nos nas redes sociais. Agradecemos o apoio e a confiança
  • Clique aqui para nos seguir no Twitter
  • Clique aqui para nos seguir no Facebook
  • Clique aqui para nos seguir no Google +
Ficou curioso sobre alguma de nossas citações. Vocês podem encontrá-los. É só clicar em um dos links a seguir: LivroseBooksFilmes ou no banner da Livraria Cultura

Livraria Cultura - Clique aqui e conheça nossos produtos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário