quarta-feira, 24 de agosto de 2016

Quem lê vive mais. Nos games também.

     Recentemente uma pesquisa foi divulgada dizendo que pessoas que leem vivem mais. Uma ótima notícia. Nós da Gamerclub NGC sempre incentivamos a leitura e a busca por mais conhecimento e cultura. Mas não é só no mundo real que a leitura melhora as nossas vidas. Nos games também.
     Quando era menor, sempre fui muito impaciente e hiperativo. Isso melhorou muito, uma parte graças aos videogames como dito em outro texto, mas, enquanto isso não acontecia, a situação nos games era complicada. Não digo nos jogos mais diretos, aquele que instintivamente sabemos o que é para fazer, como praticamente, se não todos, os jogos de consoles da época, mas no PC as coisas podiam ser um pouco diferentes. Jogos como Alone in the Dark, The Dig e Full Throttle e demais jogos de Survivor Horror e Point and Click, resumindo, jogos em que a leitura era importante, demandavam calma e paciência. Ou seja, me ferrava. O pior que, na época, eu não tinha essa noção da importância da leitura nos jogos e que era isso o principal problema que eu tinha, só quando fiquei mais velho que percebi isso. A idade trás realmente a sabedoria. 
     Alguns podem ser bondosos e dizer que eu não entendia os textos por que eles deviam estar em inglês. Não. Estavam em português. Era impaciência mesmo. Hoje em dia me arrependo de ter sido assim e, principalmente, das oportunidades perdidas com esse temperamento. Que bom que deu para aprender e evitar cometer esse erro outras vezes. Agora é procurar novamente estes jogos para zerá-los, lendo todos os textos.
     Mas o que isso tem a ver com a pesquisa e viver mais, alguns podem perguntar. Tudo. Ao ler os textos aprendíamos o que era para fazer, ou melhor, recebíamos dicas, o resto era solucionado pela nossa inteligência. Agora, sem as dicas, ficava um voo às cegas, em uma tentativa e erro frequentes, para alguém impaciente, a perda da vontade de jogar, a morte do jogo, se preferirem. Em casos como Alone in the Dark, sem essas dicas era, literalmente, a morte para o protagonista. Ao ler os textos, o jogo podia se desenrolar, evoluir, já sem eles, ficávamos estagnados, dependendo da sorte ou da dica de alguém paciente, o que, convenhamos, tira a graça. Qualquer semelhança entre esta última frase e a vida não é mera coincidência. Mais do que receber a resposta dada, o melhor é resolver por si próprio, o gosto de conquista é maior e muito melhor, e o aprendizado mais frutífero. Isso não quer dizer para fazermos tudo sozinhos. Alguns direcionamentos, como nos jogos, são fundamentais para o nosso sucesso. O estudo, no caso citado a leitura, também é. O que não podemos é viver parasitando outras pessoas, seja nos jogos, pedindo dicas a todo momento para alguém, seja na vida vivendo às custas de outro, acomodados.
     Saudações gamers e boa leitura 
______________________________________________________________________

Ajude-nos a melhore a comunidade gamer do Brasil. Faça seus comentários, divulgue nosso trabalho e siga-nos nas redes sociais. Agradecemos o apoio e a confiança
  • Clique aqui para nos seguir no Twitter
  • Clique aqui para nos seguir no Facebook
  • Clique aqui para nos seguir no Google +

Nenhum comentário:

Postar um comentário