sábado, 17 de setembro de 2016

Videogame é coisa de homem? Felizmente não

     Existe uma mentalidade, mesmo dentro da comunidade gamer, de que os jogadores de games são sempre homens. Existem até brincadeiras na internet que dizem: "se você encontrar uma gamer, case!" Felizmente este pensamento está errado. Temos sim muitas mulheres jogando videogame, muitas youtubers e, ainda melhor, este número está crescendo ainda mais. Quem sabe esse preconceito acabe de vez em breve.
     Na BGS encontrei meninas de todas as idades. Desde garotinhas de menos de dez anos até profissionais da mídia, com mais de vinte anos. Se falar que são mais velhas, estas podem se ofender, por isso vou parar nesta idade para evitar conflitos. Seja como for, mulheres das mais diversas idades estavam no evento, jogando, sendo cosplay, assunto para outro texto, gravando vídeos para o youtube, participando de campeonatos, etc.
     Lembro de uma menina, devia ter por volta de dez anos, usando um traje da Akatsuki de Naruto, e feliz da vida em estar no evento. Já outra estava com seu grupo de amigas, chegando com os olhos brilhando ao ver os games. 
     Alguns podem pensar que era só para ver os jogos de dança. Sabe de nada inocente. Uma youtuber estava participando de um campeonato de Gears of Wars 4, chegando até as fases finais e aniquilando quem quer que passasse em seu caminho, com direito até ao uso de serra. 
     Felizmente cada vez mais mulheres jogam videogames. Isso é ótimo, pois é muito bom conviver com as mais variadas pessoas, independentemente de sexo, cor de pele, opção sexual, etc. Quem ganha com esta diversidade é a comunidade gamer do Brasil, cada vez mais rica, culturalmente falando, e aproximando pessoas de todo país, sem falar do mundo.
     Saudações gamers
______________________________________________________________________

Ajude-nos a melhore a comunidade gamer do Brasil. Faça seus comentários, divulgue nosso trabalho e siga-nos nas redes sociais. Agradecemos o apoio e a confiança
  • Clique aqui para nos seguir no Twitter
  • Clique aqui para nos seguir no Facebook
  • Clique aqui para nos seguir no Google +

Nenhum comentário:

Postar um comentário