segunda-feira, 28 de novembro de 2016

A mente humana nos games

     Desde Freud, muita coisa mudou e grandes avanços surgiram na área da psicologia. Como resultado muitos questionamentos sobre a mente humana, análise do psiquê, dos sonhos e a possibilidade de ajuda para milhares de pessoas por meios da terapia, esta que é recomendado para todas as pessoas. Resolver seus problemas e se entender não é coisa de louco, é exatamente o inverso.
     Além da parte social e médica, outros resultados surgiram deste estudo. Um deles é a complexidade de personagens, seja em filmes, séries, livros e claro, nos games. Com certeza é possível criar cursos específicos sobre cada um destes sob a luz da psicologia e, garanto, seriam muito interessantes. Por outro lado, pode ser extremamente assustador, principalmente para aquele tipo de pessoa que, como diria o personagem de Jack Nicholson em Questão de Honra, não suportaria a verdade. Mas vamos para os games, obviamente, não uma análise tão profunda como estes cursos sugeridos.
     Silent Hill, além de ser um clássico dos games survivor horror, sem falar em um dos principais divulgadores do gênero, é inundado por questões psicológicas, principalmente com os inimigos. Culpa, histórias do passado, traumas são só alguns dos temas abordados. Tudo isso em meio ao ataque de monstros letais e o medo constante de se encontrar com o pior de todos, o Cabeça de Pirâmide. Para os fãs do gênero, os jogos dessa saga são obrigatórios, assim para aqueles que quiserem conhecer mais  a história dos games e tiverem a oportunidade ou vontade de jogar e também para todos que quiserem analisar perfis psicológicos. Com tranquilidade um semestre será usado nesta matéria optativa.
     As questões psicológicas estão presentes em muitos outros jogos de terror, mas não se limitam a esse gênero. Jogos como Heavy Rain também apresentam ótimos exemplos desta análise da mente humana, enquanto buscamos achar o Assassino do Origami, sem falar de entende-lo.
     Jogos de ação também mostram a questão psicológica, assim como RPGs e demais em que é possível observar a evolução de um personagem, mudanças de comportamento, entender a motivação destes e assim por diante. Mais do que a luta do bem contra o mal, muitas análises podem surgir, principalmente quando vemos anti heróis e personagens complexos. Por sinal, mesmo tramas aparentemente simples, tem muito o que ensinar se analisadas com calma.
     A psicologia gerou grandes avanços na sociedade, dando alívio e esperança para muitas pessoas, estimulando estudos e enriquecendo formas de arte. O videogame é uma excelente fonte de informação sobre isso, com milhares de exemplos, o que daria um curso nas universidades facilmente, com um semestre no mínimo, sem falar na possibilidade de profissionais especializados na área com Doutorado e Livre Docência. Resumindo, uma área riquíssima que merece ser estudada.
     Saudações gamers e bons estudos
______________________________________________________________________
     A NGC quer saber sua opinião. Ela é importante para nós. Faça seus comentários, divulgue nosso trabalho e siga-nos nas redes sociais. Ajude-nos a melhore a comunidade gamer do Brasil. Juntos somos mais fortes.
     E não se esqueça de prestigiar os nossos parceiros. É só clicar em um dos banners aqui no nosso site, assim TODO MUNDO sai ganhando. É rápido e prático.
     
  • Clique aqui para nos seguir no Twitter
  • Clique aqui para nos seguir no Facebook
  • Clique aqui para nos seguir no Google +

Nenhum comentário:

Postar um comentário