terça-feira, 22 de novembro de 2016

O especialista

     Temos em nossa sociedade pessoas que, com o tempo, e MUITA dedicação acabam se tornando especialistas, aqueles que "manjam muito" de alguma coisa. Não vou dizer que sabem tudo sobre algo, pois sempre podemos melhorar e aprender coisas novas, porém essas pessoas tem um grande domínio sobre determinada área. 
     Para ser especialista, é necessário se esforçar, aprender vários detalhes e praticar bastante. Felizmente, a grande maioria desses tem uma grande paixão pela área, o que torna tudo muito mais fácil, no sentido de ser algo leve, prazeroso, e não que se tornar especialista seja algo comum e simples. 
     Quando falamos de especialistas na sociedade moderna, vem a imagem de pessoas com pós graduação, cientistas, às vezes até aquela visão do sábio oriental com uma barba branca ou, se preferirem, a imagem do Mestre Yoda. Apesar desta imagem, não necessariamente especialistas passam por isso. Você conhece alguém que costura muito bem? Ou talvez uma cozinheira de mão cheia? Em minha mente veio uma imagem de avó na cabeça ao dizer isso, mas dificilmente ela fez faculdade, porém não deixa de ser especialista, com anos de prática. O tempo é fundamental, portanto, além do exercício constante de sua arte, é claro. Mais do que títulos, os especialistas citados no início tem anos de prática, agora, se não tiverem paixão, tal conhecimento não é completamente aproveitado, uma lição que uma avó, um pintor ou qualquer profissional que, apesar de não ter os títulos, se dedicou ao estudo de algo em que hoje pode se considerar um especialista, sabe.
     Falando de pessoas que dominam algo e que estudaram isso por anos, lembrei do maestro brasileiro Isaac Karabtchevsky que em um documentário da TV Cultura, disse que estava corrigindo algumas obras de Villa Lobos. Soube neste dia, que o nosso internacionalmente famoso Heitor Villa Lobos, compunha em meio a filhos correndo e o caos comum na casa de muitos de nós e, mesmo assim, conseguia escrever uma obra para orquestra inteira. Um gênio. Só que mesmo um gênio comete erros e é preciso outro especialista para corrigi-los. O grande Isaac Karabtchevsky consegue, só de bater o olho na partitura saber onde tem um erro! Onde qualquer um precisaria de pessoas tocando e uma atenção total nos ouvidos para perceber uma falha, se conseguisse, um especialista, com seus anos de estudo achou-o com um simples olhar.
     No mundo dos games também temos especialistas. Pessoas que são mestres em determinados jogos, hoje podendo ser remunerados nesta área como atletas de E-sport, analistas no youtube, programadores e criadores de jogos, estudiosos e assim por diante.
     Sempre busque aprender mais, fazer faculdade, pós graduação, cursos para se especializar, etc. Apesar de, como dito, a paixão e o tempo serem preponderantes para ser um especialista, com um conhecimento mais técnico você não só abre portas para si mesmo, mas para outra pessoas, criando novas áreas de conhecimento, induzindo pesquisas, tornando o assunto amado relevante para a sociedade e mais respeitado. Porém, nesta busca, não se esqueça de se dedicar àquilo que você ama. Use todo o seu potencial e seja um especialista completo.
     Saudações gamer e bons estudos 
______________________________________________________________________
     A NGC quer saber sua opinião. Ela é importante para nós. Faça seus comentários, divulgue nosso trabalho e siga-nos nas redes sociais. Ajude-nos a melhore a comunidade gamer do Brasil. Juntos somos mais fortes.
     E não se esqueça de prestigiar os nossos parceiros. É só clicar em um dos banners aqui no nosso site, assim TODO MUNDO sai ganhando. É rápido e prático.
     
  • Clique aqui para nos seguir no Twitter
  • Clique aqui para nos seguir no Facebook
  • Clique aqui para nos seguir no Google +

Nenhum comentário:

Postar um comentário