quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

Fanboy World: o mundo fanboy

     A NGC faz uma grande campanha contra o fanatismo, representado pelos fanboys, aqueles que são fãs de um jogo, marca, partido político, time de futebol e demais opções. Em um exercício mental pensei o seguinte: e se os fanboys dominassem o mundo? E eis o que eu vi.
      Em termos de esporte teríamos apenas um time e uma categoria apenas. Mas por que? Simples. Qualquer um que não seguisse a maioria seria eliminado pelos fanáticos, seja quanto ao time favorito, seja quanto à prática do esporte, já que, se a maioria gosta de, vamos supor, futebol, os outros esportes não devem existir, já que são uma ameaça ao nosso esporte nacional. Obviamente, apenas com um time, não haveria competição e muito menos partidas. Acha que exagerei? Já viu as brigas entre torcidas? Eles são minorias, mas neste terrível mundo novo seriam a maioria, portanto chegaríamos a isso.
     Mas as coisas vão ficar ainda melhores. Em termos de games só teríamos uma plataforma de uma única marca e apenas um jogo, pois, assim como nos esportes, a maioria acabaria com os que pensam diferentes, sem falar do extermínio das empresas rivais pelos consumidores fãs da outra empresa. Em termos dos games seria o mesmo. 
     Por fim, o mais legal de todos, imaginem o cenário político. Apenas um partido, tendo os demais sido eliminados, por serem ignorantes por não entenderem o tão perfeito plano de governo ou as práticas que trarão melhor condição de vida para a população, pois este é o foco do governo e qualquer um que diga que é isso não é verdade ou que os políticos estão roubando não passam de mentirosos e criadores de calúnias, criminosos que devem ser eliminados. Em termos mundiais, inicialmente teríamos muros entre os países de modo a proteger seu povo como defendido por seu governante, basicamente por ele apenas, e, com o tempo, iria se espalhando, acabando com a diversidade, até que todos tivessem um só pensamento, o de fidelidade total ao líder supremo, quer dizer ao país e a cultura de liberdade, é claro. Que bom que isso é só ficção, não é? Ou será que não?
     Em termos religiosos e culturais, teríamos apenas uma visão, uma religião, pois os fanáticos iriam eliminar os seus opositores, sejam aqueles que não seguem a palavra do Senhor e que, por tanto estão condenados ao sofrimento eterno ou aqueles que estão divulgando o mal e por isso devem ser ignorados ou eliminados, assim como todos aqueles que não seguem as palavras do profeta do jeito que os fanáticos pensam, portanto aqueles que seguem segundo uma outra visão, digamos com tolerância e respeito, assim como realmente foi escrito pelo dito profeta, também precisam ser corrigidos. Que bom que tudo não passou de um exercício mental, algo fictício e que jamis acontecerá. Não, espera...
     Obviamente este foi um texto extremamente provocativo, mostrando os males do fanatismo de uma forma relativamente bem humorada. Quero deixar bem claro que não somos contra um país, contra uma fé, visão política e assim por diante e sim contra o fanatismo em si. Defendemos a opção de divergir, de escolher, de pensar por si mesmo. Somos à favor da confraternização entre os povos e culturas. Porém fica um aviso. Como muitos perceberam, o título deste texto faz referência à saga Jurassic Park, da qual sou fã. Agora, se não fizermos nada em relação ao fanatismo, se não mudarmos nossa forma de pensar e nos tocarmos que não vale à pena brigar por um time de futebol, um esporte, uma marca, uma plataforma, um jogo, uma visão política, um partido político, uma religião, etc. e não respeitarmos as opiniões daqueles que pensam diferentes e que te escutem, por tanto, aqueles que não são fanáticos, a continuação deste texto já terá um nome: O mundo perdido.
     Saudações gamers
__________________________________________________________________
     A NGC quer saber sua opinião. Ela é importante para nós. Faça seus comentários, divulgue nosso trabalho e siga-nos nas redes sociais. Ajude-nos a melhore a comunidade gamer do Brasil. Juntos somos mais fortes.
     E não se esqueça de prestigiar os nossos parceiros. É só clicar em um dos banners aqui no nosso site, assim TODO MUNDO sai ganhando. É rápido e prático.
     
  • Clique aqui para nos seguir no Twitter
  • Clique aqui para nos seguir no Facebook
  • Clique aqui para nos seguir no Google +

Nenhum comentário:

Postar um comentário