terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

Inflação: o chefão da realidade

     Aproveitei o feriado para fazer umas contas pessoais e foi assim que me deparei com uma um terror inconveniente: a inflação. Obviamente sabia o dano que ela causava, mas quando colocamos na ponta do lápis, por assim dizer é que realmente temos a noção de como isso é destruidor. Falando em medo, não entrem em pânico que não vou entrar com definições de economia ou cálculos de matemática. Vou só falar que a inflação é a perda de poder aquisitivo, ou seja, o que eu compro hoje por um valor não poderá ser comprado pelo mesmo preço no ano que vem. Dando um exemplo prático que eu vi, antigamente comprava uma casquinha de sorvete de uma gigante de fast food por R$0,80 e hoje, a mesma casquinha custa mais de R$2,00 reais. Agora pense isso em TUDO que compramos.
     Tirando as pessoas mais velhas que passaram pela hiper inflação que assolou o Brasil, os mais jovens não tem essa noção de como este fenômeno econômico pode ser devastador. Para muitos é só um número falado pelo âncora do jornal, mas não é. É algo de extremo perigo que deve ser fiscalizado com vigilância total, pois se ela crescer demais o seu dinheiro vira pó. Não consegue visualizar esse poder destrutivo? Vamos a um exemplo do dia a dia.
     Imaginem o Julius, pai do Chris, que tem dois empregos e sustenta sua família composta de uma esposa e três filhos. O cara se mata o dia todo para ganhar o salário, porém sabe que é o suficiente para pagar as contas e comprar comida, claro que fazendo bastante economia. A inflação aumenta 10% ao ano e logo o que ele ganha não é mais o suficiente. O salário é o mesmo, mas o poder de compra não. Se ele comprar as mesmas coisas vai pagar mais caro. Por quê? o dinheiro perdeu valor. Agora é se virar nos trinta para pagar as contas. Resumindo, a inflação empobrece TODA a população, mas é mais terrível com os mais pobres, pois viviam já no limite antes de sofre o ataque da desvalorização da moeda.
     Devemos ficar vigilantes, cobrar nossas autoridades de modo a evitar que a inflação cresça. Sabe aqueles inimigos que se não forem derrotados em um certo tempo crescem e ficam mais fortes, como o Cérberus em God of War? A inflação é assim, mas com um diferencial. Ao deixá-la crescer ela passa de um vilão corriqueiro para um chefão. Ele passa de Goomba a Shao Kahn e vai crescendo cada vez mais, ficando quase impossível derrotar. Se é assim estamos perdidos, não é? Não se tomarmos cuidado. Alunos de economia trabalham durante toda a faculdade para entender e batalhar contra a inflação, então se tivermos pessoas capacitadas, seja nas empresas seja, principalmente no governo ficaremos bem. Portanto muito cuidado quando votar, pois, além do político, é necessário uma equipe de governo capacitada, incluindo um economista, assim, escolha o mais capacitado e não o mais simpático, o que promete mais coisas e assim por diante, sem falar de cobrar os já eleitos e não permitir que deixem a inflação desandar e, caso façam isso, sejam substituídos e punidos, pois o erro deles causa dano a milhões de pessoas desde o mais pobre até o magnata.
     Saudações gamers e prestem muita atenção 
__________________________________________________________________
     A NGC quer saber sua opinião. Ela é importante para nós. Faça seus comentários, divulgue nosso trabalho e siga-nos nas redes sociais. Ajude-nos a melhore a comunidade gamer do Brasil. Juntos somos mais fortes.
     E não se esqueça de prestigiar os nossos parceiros. É só clicar em um dos banners aqui no nosso site, assim TODO MUNDO sai ganhando. É rápido e prático.
     
  • Clique aqui para nos seguir no Twitter
  • Clique aqui para nos seguir no Facebook
  • Clique aqui para nos seguir no Google +

Nenhum comentário:

Postar um comentário