quarta-feira, 22 de março de 2017

Mundo proibido

     Vivemos em um mundo proibido. Não aqueles de filmes e jogos de ação e de ficção científica, mas um em que, apesar do direito conquistado de liberdade de expressão temos, na prática, uma inquisição politicamente correta, pessoas ganhando dinheiro com processos em cima de inocentes e um fechamento segregacionista causado por traumas. Assim não podemos dizer nada sem correr o risco de ser atacado por uma destas forças, levando-nos a um mundo em que  falar pode ser um risco.
     Sobre o politicamente correto já falei em outros textos. Vale ressaltar que na pseudo busca por uma liberdade igualitária, perdemos a liberdade. Claro que muita bobagem absurda é dita, mas, na sua maioria, são frases tiradas de contexto que viram críticas. O problema é que, em um país com tantos analfabetos funcionais que não sabem analisar o contexto, somado aos demais comportamentos que comentarei, fica difícil analisar toda a frase, todo o contexto em que ela se insere.
     No país do jeitinho, é lógico que muitos tentariam tirar vantagem de situações específicas ao invés de trabalhar. Processos se tornaram à nova moda, seja contra médicos inocentes, em sua maioria, grandes empresas que utilizam um nome em uma propaganda ou fazem uma campanha diferente, o que não pode ser tolerado por este simples fato. Tirar vantagem é a lei que favorece os bandidos e pune os inocentes.
     Por fim temos os pensamentos segregacionistas gerados por traumas. Pessoas que, por terem sofrido preconceito pensam que o mundo se divide entre nós e eles e que cada um deve ficar em seu quadrado, com sua cultura, sua gente e seus hábitos, seja um tipo de cabelo, seja um turbante. Segregação é o caminho para a perdição. Miscigenação, tolerância, respeito pelo diferente, troca de conhecimentos é o da compreensão, do entendimento.
     No mundo proibido não podemos falar de nada sem, supostamente, ofender alguém. Respeito é fundamental, é lógico, mas compreensão de contexto, saber diferenciar o que é verdade do que é piada é chegar a uma real liberdade de expressão, algo que cada vez se torna mais confuso na mente das pessoas. Apesar de ser de descendência italiana e amar a cultura deste país, assim como conhecer uma excelente escola do idioma que falarei em outro texto, não me ofendo com o esteriótipo da mão em forma de coxinha, como alguns dizem, que basta, segundo eles, para a pessoa falar a língua de Dante. Sei que não é verdade, muito pelo contrário e que é um esteriótipo, porém sei que é apenas uma brincadeira e não vou sair por aí processando quem a fizer, assim como não vou proibir aqueles que não tem origem italiana de comer pizza ou macarronada. O mesmo raciocínio vale para todas as culturas, religiões, nacionalidades, etc.  
     Estamos trilhando um caminho perigoso, onde a liberdade está sendo perdida, onde falar se torna algo arriscado, onde não há união e só segregação. Que bom que temos os videogames, onde, no espaço virtual, montamos equipes online com pessoas do mundo inteiro, de todas as crenças e trabalhamos em união para completar um mesmo objetivo. Porém, até esta válvula de escape começa a se segregar por causa do fanatismo. Precisamos dar um basta antes que a liberdade seja perdida no mundo e em tudo ligado a ele, quando, de fato não teremos mais liberdade, convívio com o diferente e sejamos apenas mais um número no mundo proibido.
     Saudações gamers

Promoção de parceiros:
Nike
CHUTEIRAS NIKE REVOLUTION PACK - COLEÇÃO
CALÇADOS MASCULINOS

 iPlace

Beats: o melhor conforto em qualidade de som. Conheça!
Na iPlace você encontra a linha completa de acessórios para seu Apple e com um desconto especial no parcelamento em até 6s. Confira!
Já conhece nossa variedade em cabo lightning? Vem ver :)
Gopro: Seus momentos merecem ser registrados. Compre já a sua! __________________________________________________________________
     A NGC quer saber sua opinião. Ela é importante para nós. Faça seus comentários, divulgue nosso trabalho e siga-nos nas redes sociais. Ajude-nos a melhore a comunidade gamer do Brasil. Juntos somos mais fortes.
     E não se esqueça de prestigiar os nossos parceiros. É só clicar em um dos banners aqui no nosso site, assim TODO MUNDO sai ganhando. É rápido e prático.
     
  • Clique aqui para nos seguir no Twitter
  • Clique aqui para nos seguir no Facebook
  • Clique aqui para nos seguir no Google +

Nenhum comentário:

Postar um comentário