domingo, 19 de março de 2017

O papelão do fanatismo

     Esta semana tivemos uma enxurrada de mensagens, montagens, brincadeiras e semelhantes devido à divulgação do papelão na carne, algo que todos já devem estar até cansados de saber, pois é a informação da semana, a que passou em todos os noticiários, sites e demais meios de comunicação. Dando a minha opinião pessoal acho um absurdo e um descaso com o cliente feito pelas empresas investigadas e espero que todas as medidas legais sejam tomadas, mas o que queria comentar de fato não é a picaretagem de companhias que visam somente o lucro e que estão pouco se importando com seus consumidores e sim a reação de alguns fanáticos em relação a isso.
     Todos sabem que fazemos campanha contra o fanatismo em suas mais variadas formas. Ao ver a reação de algumas pessoas que são vegetarianas e veganas fiquei incomodado, pois comemoravam a notícia do papelão, vendo isso como um símbolo de que a carne e produtos derivados dos animais são O Mal e que deveriam ser eliminados de nossa sociedade. Me lembrou do caso do jogo exclusivo que foi cancelado e que os fãs da marca rival comemoraram. Não tem nada a ser celebrado neste caso, muito pelo contrário. Fazer brincadeiras é uma coisa, por sinal característica do brasileiro e bem saudável se não houver exageros, mas comemorar é demais. 
     O mesmo vale para os fanáticos políticos comemorando por dizer que a empresa tem relação com políticos investigados. Gente, o que está em jogo é a saúde e o bem estar, além dos direitos dos consumidores. Todos perdem com isso. Quando este tipo de coisa acontece não é hora para panfletagem e sim de união para combater estas práticas desprezíveis. Falando em divulgação de ideias, respeite as opiniões dos outros. Se a pessoa come carne ou vota em determinado partido é escolha dela. Se você não concorda, tudo bem, é um direito seu que deve ser respeitado, agora não fique panfletando, mas sim esteja aberto para tirar dúvidas daqueles que se interessarem pelas práticas que você adota. Ao invés de falar "faça isso!" diga "eu faço assim" se alguém ficar curioso que pergunte o porquê, o que você responderá com seus pensamentos, suas ideias e assim por diante. Uma coisa é ensinar outra é forçar sua visão na goela dos outros. E lembrem-se: usem sempre argumentos, escutem a opinião dos outros, respeite-as. Resumindo, não seja fanático, pois, se o fizer, você pode até achar que está fortalecendo uma causa, mas na realidade está enfraquecendo-a, a você e a sociedade como um todo. 
     Saudações gamers
__________________________________________________________________
     A NGC quer saber sua opinião. Ela é importante para nós. Faça seus comentários, divulgue nosso trabalho e siga-nos nas redes sociais. Ajude-nos a melhore a comunidade gamer do Brasil. Juntos somos mais fortes.
     E não se esqueça de prestigiar os nossos parceiros. É só clicar em um dos banners aqui no nosso site, assim TODO MUNDO sai ganhando. É rápido e prático.
     
  • Clique aqui para nos seguir no Twitter
  • Clique aqui para nos seguir no Facebook
  • Clique aqui para nos seguir no Google +

Nenhum comentário:

Postar um comentário