quarta-feira, 19 de abril de 2017

Dia do índio

     Muitos esquecem que dia 19 de abril é o dia do índio. Tal fenômeno, provavelmente ocorre por não ser feriado e não aparecer um Google Doodle, sem falar que, socialmente, preconceito com índio não é mal visto, ou tão mal, pelo menos, quanto outras formas de preconceito, mas, de fato, todo tipo de desrespeito pelos diferentes é errado. Em todo caso, quando era pequeno, tínhamos comemorações na escola para os indígenas e sua rica cultura, então achei justo fazer uma homenagem aproveitando a data.
     Existe um certo preconceito com os índios brasileiros, em comparação a outros povos indígenas, pelo fato de não terem construído grandes impérios e obras arquitetônicas marcantes como os Astecas, Maias e Incas, porém, isso não os torna menos importantes do que estas grandes civilizações pré- colombianas, como são conhecidas. Também não são menos relevantes do que os índios norte americanos, mais conhecidos pelos filmes e séries da temática de faroeste, o bang bang, sendo sempre os vilões. Mesmo assim, conhecemos de nome os Apaches e os Cherokees. Aqui em nosso país tribos como Guarani, Ianomámi, Pataxós e Xavantes são até conhecidas pela população, mas sem tanto impacto na memória coletiva como as dos outros países da América.
     Os maiores defensores do povo indígena, salvo as ONGs realmente focadas em ajudá-los e difundir sua cultura, são os escritores do Romantismo e suas obras com o conceito de bom selvagem, baseado na filosofia de Rousseau, que diz que "O homem nasce bom, a sociedade que o corrompe". Dessa forma colocaram o índio como o grande herói, aquele que não foi corrompido pela sociedade européia. José de Alencar escreveu a chamada trilogia indígena com Iracema, Ubirajara e O Guarani, este último servindo de base para a ópera de Carlos Gomes, reconhecido internacionalmente por sua qualidade, inclusive no teatro Scala de Milão, o mais importante teatro do mundo e templo sagrado da ópera. Gonçalves Dias também elevou o índio em Os timbiras e no majestoso I- Juca Pirama. Outros grandes escritores também louvaram os povos indígenas, mas, assim como os já citados, acabam sendo considerados chatos, muito pelo fato de serem de leitura obrigatória na escola, o que gerou certa antipatia por estes livros. Pecados literários a parte, voltemos aos índios.
     Nos games a presença indígena se resume, basicamente, aos Incas, Maias e Astecas com suas grandes civilizações, seja em jogos como Age of Empires II e Time Commando ou os povos da América do Norte em jogos ambientados no Oeste Selvagem, como é conhecido, como Gun, Red Dead Revolver e, claro, Red Dead Redemption. Salvo estes povos, normalmente, quando é feita alguma referência a índios, em um sentido bem genérico, é como canibais, mas como se fossem vilões de filmes trash. 
     O povo indígena é bem variado, com muitas diferenças e particularidades entre eles e, consequentemente, com muito a nos ensinar. Apesar de terem sofrido com a escravidão e por terem sido expulsos de suas casas, sendo obrigados a trabalhar nas terras que antes eram suas em nome da chamada civilização, não recebem a devida atenção e o mesmo tratamento que outros povos marginalizados em nossa sociedade. Obviamente isso deveria ser corrigido, não só com os índios, mas com toda as minorias, acabando assim com o preconceito. Não estou falando de feriados e esmolas que denigrem tais culturas e sim de respeito, de valorização de seus costumes, de divulgação de sua história até o dia em que não tenhamos mais a história deles e a nossa, mas do ser humano como um todo, sem mais segregação. Um bom exemplo do que pode ser feito é o nosso querido Papa capim, o personagem de Maurício de Sousa e demais atitudes e praticas que valorizem, não só os índios, mas o ser humano como um todo.
     Saudações gamers

Promoção de parceiros:
Ricardo Eletro

Dia das Mães

Walmart

Dia das mães! Telefonia com até 30% de desconto
Eletrodomésticos com R$50,00 de descontos nas compras acima de R$999,00 - CUPOM = MEU-DESCONTO-50

     E não deixe de ver as obras citadas e conhecer mais sobre as personalidades que as criaram. Na Livraria Cultura você pode encontrar sobre todos eles. É só clicar no link à seguir. É prático e seguro.

20% de DESCONTO em Livros - CUPOM = RAKUTENLCLIVROS20
Todo o site com Frete Grátis acima de R$119 e em até 10x sem juros
 __________________________________________________________________
     A NGC quer saber sua opinião. Ela é importante para nós, então faça seus comentários e converse conosco pelas redes sociais. Ajude-nos a melhore a comunidade gamer do Brasil. Com um simples clique, você nos ajuda muito e muda o seu país. Compartilhe nosso material  e divulgue nosso trabalho. É simples, não custa nada e fará uma grande diferença. Juntos somos mais fortes.
     E não se esqueça de prestigiar os nossos parceiros. É só clicar em um dos banners aqui no nosso site, assim TODO MUNDO sai ganhando. É rápido, prático e seguro.
     
  • Clique aqui para nos seguir no Twitter
  • Clique aqui para nos seguir no Facebook
  • Clique aqui para nos seguir no Google +

Nenhum comentário:

Postar um comentário