segunda-feira, 10 de abril de 2017

É hora de dar tchau!

     Chega um momento que toda série ou saga chega ao seu final. Depois de acompanharmos os protagonistas durante toda sua jornada vivenciando suas batalhas, seus conflitos internos, suas alegrias e tristezas finalmente chegamos à conclusão. Com o final, avaliamos os pontos positivos e negativos, mas as obras de arte, aquelas que nos seguraram, que prenderam nossa atenção, que nos deram aquela vontade louca de saber o que ia acontecer a seguir permanecem em nossa memória com muito carinho. O saldo delas é positivo, deixando uma marca indelével na nossa memória. Ou quase.
     Eis que, depois de um tempo pelos mais variados motivos, sejam eles, ganância, apelo de fãs que não querem se despedir de seus heróis, falta de criatividade para criar algo novo, acomodação e qualquer outro motivo, decidem voltar com uma nova temporada, uma nova história que se passa depois da conclusão, um novo capítulo da aventura e é aí que tudo desmorona, que o indelével recebe uma marca negra e passa sim a ser deletável, quando a obra de arte cai de seu bastião e vira algo comum, algo que foi manchado e destruído. O fim de um legado ou uma mácula em seu brilhante histórico, o que faz perder o brilho. 
     Existe sempre a hora de dar adeus, de dar tchau a uma série ou saga de livros, filmes, jogos e semelhantes, o momento de sair por cima, de fechar com chave de ouro. Porém, pelo motivo que for, tentam reviver a série e, ao fazer isso sepultam-na. Toda vez que vejo que vão fazer uma continuação de uma série que, teoricamente, acabou, sinto um frio na espinha e um grande medo começa a tomar conta de meu ser. Em raríssimas vezes nada acontece e até graças surpresas surgem, porém na maioria o caos explode. Estou falando de séries encerradas, em que houve um fechamento e não daquelas que deixam em aberto ou que, desde sua origem, são comentados possíveis continuações. 
     No cinema temos alguns exemplo icônicos para mim. A primeira trilogia do Alien é incrível. O primeiro voltado para o terror psicológico e o segundo mais para a ação, ambos ótimos. O terceiro é o mais fraco, mas também é legal e encerra a série de forma digna. Isso até criarem a continuação Alien: a ressurreição e estragarem tudo. Neste caso os fãs podem deletar a sequência e considerar apenas a trilogia como história, mas e no caso de O Exterminador do Futuro? Depois de um primeiro filme muito bom, lançam o segundo que é espetacular onde a série deveria ter terminado, porém decidiram fazer o terceiro e tudo foi para o espaço estragando o grande final e começando uma série de filmes sofríveis, mas o pior é ter estragado o legado, o grande final já estabelecido. O mesmo fenômeno ocorre com os games, séries de TV, livros e assim por diante. Já falei em outro texto sobre o medo de continuações como o da série Harry Potter e do novo God of War que está por vir, além de outros exemplos. Posso colocar agora a série Boruto, continuação do Naruto, o qual assisti o episódio lançado e penso estar indo para o triste caminho do Exterminador do Futuro. Todos correm o risco de cair, se já não caíram, neste turbilhão mortal mencionado até agora neste texto.
     Por mais difícil que seja, chega a hora de dar tchau para uma série ou saga, de aceitar que aquela obra incrível que acompanhamos por anos acabou, mas que teve um fechamento incrível e que não morrerá, pois continuará em nossa memória. É preferível este caminho à opção de uma continuação que destrua tudo que foi construído, que mate a série, inclusive em nossa memória, que manche o legado construído. Agora é esperar para ver se os novos lançamentos das séries serão as raras exceções ou se seguirão o caminho que a maioria segue após um fechamento incrível.
     Saudações gamers
__________________________________________________________________
     A NGC quer saber sua opinião. Ela é importante para nós, então faça seus comentários e converse conosco pelas redes sociais. Ajude-nos a melhore a comunidade gamer do Brasil. Com um simples clique, você nos ajuda muito e muda o seu país. Compartilhe nosso material  e divulgue nosso trabalho. É simples, não custa nada e fará uma grande diferença. Juntos somos mais fortes.
     E não se esqueça de prestigiar os nossos parceiros. É só clicar em um dos banners aqui no nosso site, assim TODO MUNDO sai ganhando. É rápido, prático e seguro.
     
  • Clique aqui para nos seguir no Twitter
  • Clique aqui para nos seguir no Facebook
  • Clique aqui para nos seguir no Google +

Nenhum comentário:

Postar um comentário