segunda-feira, 3 de abril de 2017

Impondo limites

     Um ponto muito importante e que gera certas confusões em relação aos videogames é a postura dos pais em relação a este entretenimento. Quando isso não é bem feito, a criança pode passar dos limites, deixando de fazer outras atividades fundamentais como relacionamento pessoal, estudo, atividades físicas, etc. Para dar uma força aos pais decidimos criar este texto com algumas dicas, não sobre paternidade, já que não temos a competência para tal, mas sobre a postura que os responsáveis devem ter em relação aos videogames e seus filhos, de modo que eles possam aproveitar bem suas vidas, mas com responsabilidade e, de quebra, acabar com alguns preconceitos em relação aos games, muitos dos quais oriundos da falta de informação que queremos sanar por meio deste texto.
     É preciso impor limites aos filhos quando se trata de videogames, pois, assim como todas as brincadeiras, são mais atrativas do que as obrigações. Uma boa dica é combinar "primeiro a obrigação, depois a diversão". Assim, primeiro a criança deve fazer seus deveres, como a lição de casa e os estudos para só então, depois deles concluídos, passar para a diversão, seja jogando videogames, brincando de bonecos ou bonecas ou qualquer outra atividade lúdica. Outro ponto é incentivar a prática do "faça bem feito da primeira vez" evitando lições feitas às pressas para jogar o game da vez. Para isso é necessário um acompanhamento dos pais e um contato com os professores para saber se tudo está caminhando bem.
     O limite de tempo também deve ser utilizado. Pré estabeleça um período em que seu filho pode jogar videogame, uma hora ou duas horas diárias, por exemplo. Finalizado este período ele deve desligar a plataforma. Um pouco de tolerância é bem vindo, mas com bom senso. Se faltarem cinco minutos para salvar o jogo, permita-os ,porém se seu filho usar de estratégias como salvar faltando 5 minutos para o encerramento do período estabelecido e continuar jogando para usar como desculpas de que está chegando ao outro save point, que deve demorar uns 15 minutos, negue este benefício. Evite o jeitinho brasileiro desde pequeno.
     Incentivar o contato com pessoas é fundamental, assim, além da escola e de outras atividades, estimule que seus filhos se encontrem com os amigos, seja indo na casa destes ou recebendo-os em sua casa, seja indo em cinemas e outras atividades. Dê uma colher de chá quanto ao limite de tempo neste dia e deixem os amigos jogando, claro que depois dos deveres cumpridos. Estimular as práticas esportivas também é uma boa. Assista vários esportes com seu filho, pratique o esporte favorito com ele e dê preferência há mais de uma prática como por exemplo, futebol e vôlei. Para encerrar a questão de estímulos, incentive a leitura e outra práticas artísticas. Dê o exemplo, pois você é o maior herói de seu filho.
     Estas são algumas dicas a serem aplicadas e que ajudarão seu filho a crescer e evitará qualquer preocupação sua em relação aos games. Com a aplicação de algumas destas técnicas, apesar de todas serem muito bem vindas, não haverá risco nenhum de problemas gerados pelos videogames, permitindo que seu filho tenha uma vida plena. Uma dica final é, sempre que possível, jogar com ele, assim, além dele aproveitar uma grande diversão, será possível criar momentos inesquecíveis entre pais e filhos, sem falar de uma maior cumplicidade, entendimento e respeito mútuo.
     Saudações gamers 

Promoção de parceiros:
Netshoes

Cupom de 50 reais OFF nas compras acima de 150 - CUPOM = 50infantil __________________________________________________________________
     A NGC quer saber sua opinião. Ela é importante para nós. Faça seus comentários, divulgue nosso trabalho e siga-nos nas redes sociais. Ajude-nos a melhore a comunidade gamer do Brasil. Juntos somos mais fortes.
     E não se esqueça de prestigiar os nossos parceiros. É só clicar em um dos banners aqui no nosso site, assim TODO MUNDO sai ganhando. É rápido e prático.
     
  • Clique aqui para nos seguir no Twitter
  • Clique aqui para nos seguir no Facebook
  • Clique aqui para nos seguir no Google +

Nenhum comentário:

Postar um comentário