segunda-feira, 29 de maio de 2017

As Melhores Histórias da Mitologia Africana

     Li recentemente o livro As Melhores Histórias da Mitologia Africana de A. S. Franchini e Carmen Seganfredo e adorei conhecer mais desta mitologia que tanto impactou a nossa cultura, sem falar de muitas outra influências vindas da África, e que até hoje temos contato. O livro é de leitura simples e agradável, como dito na introdução que também enfoca que não é um livro de pesquisa em termos de profundidade, mas uma excelente porta de entrada para esta mitologia tão rica e divertida quanto as grega, nórdica e egípcia, porém, infelizmente, sem tanto destaque quanto estas. Saber as lendas de Iemanjá, Xangô, Ogum, Oxum, Iansã, Exu, talvez o mais injustiçado por ser comparado a diabo cristão, sendo completamente diferente e, por sinal, muito divertido, e dos outros Orixás, além de muito instrutivo, é extremamente divertido e interessante.
     Quis comentar sobre este livro por dois motivos relacionados aos games. O primeiro é que esta riquíssima mitologia poderia inspirar jogos dos mais diversos gêneros, como um Hack n´Slash ao estilo God of War, um jogo de mundo aberto pelas cidades míticas e, consequentemente , com o contato com os deuses, um MMO, um RPG e assim por diante. Vemos muitos jogos com a temática da mitologia greco-romana e nórdica, e alguns raros expoentes da egípcia, porém não conheço nenhum relacionado com a africana que é igualmente interessante.
     O segundo motivo é ainda mais importante. Já comentamos em vários textos sobre o preconceito, um dos filhos da ignorância. Se os gamers já sofrem com este mal imaginam os devotos dos orixás ou relacionados com as religiões africanas? Alguns são vistos como bruxos, em pleno século 21, ou devotos demoníacos. Consideram macumba e oferendas a tais entidades como praga, desejo do mal. Até o pobre Exu já foi considerado, como dito, o próprio mal. Nada mais errado. O primeiro passo para acabar com estes achismos, esta caça às bruxas, é a informação e com este livro, de uma forma divertida e leve, podemos conhecer mais sobre a mitologia por trás, ou pelo menos que influenciou, tais crenças e fés que são perseguidas injustamente em nossa sociedade.
     Conhecer mais sobre a mitologia africana, além da diversão, é uma excelente base para jogos, com enormes possibilidades, e uma forma de diminuir, até, quem sabe, acabar com o preconceito que as religiões africanas sofrem aqui em nosso país. Vale a pena ler e conhecer mais sobre esta riquíssima mitologia.
     Saudações gamers e boa leitura
__________________________________________________________________
     A NGC quer saber sua opinião. Ela é importante para nós, então faça seus comentários e converse conosco pelas redes sociais. Ajude-nos a melhore a comunidade gamer do Brasil. Com um simples clique, você nos ajuda muito e muda o seu país. Compartilhe nosso material  e divulgue nosso trabalho. É simples, não custa nada e fará uma grande diferença. Juntos somos mais fortes.
     E não se esqueça de prestigiar os nossos parceiros. É só clicar em um dos banners aqui no nosso site, assim TODO MUNDO sai ganhando. É rápido, prático e seguro.
     
  • Clique aqui para nos seguir no Twitter
  • Clique aqui para nos seguir no Facebook
  • Clique aqui para nos seguir no Google +

Nenhum comentário:

Postar um comentário