domingo, 16 de julho de 2017

Julgamento de fonte

     No texto de ontem mencionei uma reportagem que eu vi e que gostei, mas que muitas pessoas criticaram e levantei a possibilidade de ser algo pessoal com a fonte, um grande site de informações. Hoje vou falar mais sobre isso, pois se fizesse isso ontem, o texto ficaria muito grande.
     Algumas vezes nos deparamos com ideias, publicações, opiniões bem diversas, o problema é que, ao vermos de quem é já somos contra ou a favor sem nem ao menos ler, ouvir, enfim, se inteirar da ideia. Vemos que é do site tal, falado por tal pessoa e já jogamos fora a informação, deixamos de prestar atenção. Isso é um grande erro. Não é por que uma pessoa fala bobagem com muita frequência que não pode sair uma boa ideia de seus pensamentos. No exemplo que deu origem aos textos de hoje e de ontem, não é por que você não gosta do site de notícias que, necessariamente, tudo feito por eles é um lixo, uma perda de tempo.
    Por falar em tempo, por este ser limitado na nossa rotina atarefada, acabamos escolhendo fontes de que mais gostamos para nos informarmos sobre os assuntos do mundo, seja as notícias políticas, culturais, de videogames, etc. O certo, se fosse possível, seria ler todas as fontes em que tal notícia foi feita de modo que você pegasse a foto geral e não só a versão do jornal, por exemplo, pois, por mais isentos que certos meios tentem ser, sempre existe a possibilidade de um comentário mais tendencioso. Ao esgotar suas fontes de pesquisa, assim como os pesquisadores o fazem, é possível, se não acabar totalmente, diminuir o efeito tendencioso. Porém, para as notícias do dia a dia fica inviável a análise de todas as fontes e por isso acabamos fazendo uma seleção. Entretanto, às vezes, seja pelas redes sociais ou indicação de amigos, nos deparamos com fontes que não gostamos e, de cara, já as desprezamos, independentemente se a ideia defendida for boa ou não.
     Vemos muito esse fenômeno na política. Se Alguém que você gosta ou se um partido que você vota dá uma ideia ela é boa, mas se a mesma for falada por alguém de outro partido ela não presta. Mas, se a ideia é a mesma e se for boa não deveria ser escutada e discutida, sem importar o seu autor? Claro que se tratando de política brasileira é bom sempre ter dois pés atrás quanto qualquer tese defendida e ter ciência de que, muito provavelmente, tem algum interesse escondido, mas, deixando de lado esta triste peculiaridade, o pensamento é o mesmo. O que importa se a boa ideia veio de fulano ou de beltrano? Se ela é boa ela deve ser levada adiante. Assim como um bom texto, uma boa reportagem, um bom trabalho de modo geral. Sabe aquela história de que mesmo um relógio parado acerta a hora duas vezes por dia? Então, mesmo sites, youtubers, livros, autores e assim por diante que não são de nosso agrado podem dar boas ideias e é nelas que devemos focar, não na pessoa que a sugeriu. Como disse antes não podemos, por questão de tempo, olhar as opiniões de todas as pessoas e todos os meios, mas se nos depararmos com uma ideia de uma fonte que não gostemos, vamos primeiro analisar o pensamento, independentemente da fonte e não julgar a ideia que pode ser muito boa, mesmo tendo uma origem ruim, segundo nossa opinião. O que é bom deve ser incentivado, mesmo que a fonte de sua origem não preste. Só assim será possível gerar o crescimento, em todos os sentidos.
     Saudações gamers
_________________________________________________________
     A NGC quer saber sua opinião. Ela é muito importante para nós, então faça seus comentários e converse conosco pelas redes sociais. Ajude-nos a melhorar a comunidade gamer do Brasil e o país como um todo. Com um simples clique, você nos ajuda muito e pode gerar grandes mudanças. Compartilhe nosso material e divulgue nosso trabalho. É simples, não custa nada e fará uma grande diferença. Juntos somos mais fortes.
       Não conhece NADA sobre games? Fique tranquilo. Dê uma olhada na sessão tutorial de nosso site que explicamos o básico e, com o tempo, você pegará o jeito. Conheça este novo universo e sua relação com diversas áreas como arte, cultura, esportes e muito mais. Gosta destes assuntos? Então venha conosco.
     E não se esqueça de prestigiar os nossos parceiros. É só clicar em um dos banners aqui no nosso site e realizar suas compras com segurança, assim TODO MUNDO sai ganhando. É rápido, prático e muito seguro.
     
  • Clique aqui para nos seguir no Twitter
  • Clique aqui para nos seguir no Facebook
  • Clique aqui para nos seguir no Google +

Nenhum comentário:

Postar um comentário